sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Somente pessoas felizes são atraídas por pessoas felizes.
O mesmo atrai o mesmo. Pessoas inteligentes são atraídas por pessoas inteligentes; pessoas estúpidas são atraídas por pessoas estúpidas.
Você conhece pessoas do mesmo plano. Então a primeira coisa a ser lembrada é: um relacionamento está fadado a ser amargo se ele cresceu a partir da infelicidade.
Primeiro seja feliz, seja alegre, esteja celebrando e aí você vai encontrar alguma outra alma celebrando e haverá um encontro de duas almas dançando e uma grande dança surgirá.
A necessidade de ser amado é infantil, a carência é imatura. A necessidade de amar é madura.
Osho

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Um amigo não racha apenas a gasolina: racha lembranças, crises de choro, experiências. Racha a culpa, racha segredos. Um amigo não empresta apenas a prancha. Empresta o verbo, empresta o ombro, empresta o tempo, empresta o calor e a jaqueta. Um amigo não recomenda apenas um disco. Recomenda cautela, recomenda um emprego, recomenda um país. Um amigo não dá carona apenas pra festa. Te leva pro mundo dele, e topa conhecer o teu. Um amigo não passa apenas cola. Passa contigo um aperto, passa junto o reveillon. Um amigo não caminha apenas no shopping. Anda em silêncio na dor, entra contigo em campo, sai do fracasso ao teu lado. Um amigo não segura a barra, apenas. Segura a mão, a ausência, segura uma confissão, segura o tranco, o palavrão, segura o elevador.
Martha Medeiros in Entre Amigos
Curtir
Comentar

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Defeito de Mulher
Quando Deus fez a mulher, já estava nas horas extras de seu sexto dia de trabalho.
Um anjo apareceu e perguntou:
- Senhor, por que gastas tanto tempo com esta criatura?
E o Senhor respondeu:
- Você viu a 'Folha de Especificações' para ela?
- Ela deve ser completamente flexível, porém não será de plástico, deve ter mais de 200 partes móveis, todas arredondadas e macias e deve ser capaz de funcionar com uma dieta rígida, ter um colo que possa acomodar quatro crianças ao mesmo tempo, ter um beijo que possa curar desde um joelho raspado até um coração ferido'
O anjo se maravilhou com os requisitos e indagou curioso:
- E este é somente o modelo Standard?
E ponderou:
- Senhor, é muito trabalho para um só dia, espere até amanhã para terminá-la.
E o senhor retrucou:
Não. Estou muito perto de terminar e esta criação é a favorita de Meu próprio coração. Ela se cura sozinha, quando está doente; e pode trabalhar 18 horas por dia.
O anjo se aproximou mais e tocou a mulher.
- Porém a fizeste tão suave Senhor!
E Deus disse:
- É suave, porém, a fiz também forte. Não tens idéia do que pode agüentar ou conseguir.
- Será capaz de pensar? - perguntou o anjo.
Deus respondeu:
- Não somente será capaz de pensar, mas também de raciocinar e negociar, mesmo que pareça ser desligada ela prestará atenção em tudo o que for importante.
Então, notando algo, o anjo estendeu a mão e tocou a pálpebra da mulher...
- Senhor, parece que este modelo tem um vazamento... Eu Te disse que estavas colocando muitas coisas nela.
- Isso não é nenhum vazamento... . É uma lágrima - corrigiu o Senhor.
- Para que serve a lágrima?' - perguntou o anjo.
E Deus disse:
- As lágrimas são sua maneira de expressar seu amor, sua alegria, sua sorte, suas penas, seu desengano, sua solidão, seu sofrimento e seu orgulho.
Isto impressionou muito ao anjo.
- És um gênio, Senhor. Pensaste em tudo. A mulher é verdadeiramente maravilhosa.
- Sim, ela é!
- A mulher tem forças que maravilham os homens.
- Agüentam dificuldades, carregam grandes cargas físicas e emocionais, porém, têm amor e sorte.
- Sorriem, quando querem gritar.
- Cantam, quando querem chorar.
- Choram, quando estão felizes e riem, quando estão nervosas.
- Lutam pelo que acreditam.
- Enfrentam a injustiça.
- Não aceitam 'não' como resposta, quando elas acreditam que haja uma solução melhor.
- Privam-se, para que sua família possa ter algo.
- Vão ao médico com uma amiga que tem medo de ir sozinha.
- Amam incondicionalmente.
Porém, há um defeito que não consegui corrigir:..
-É que às vezes elas se esquecem o quanto valem!

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015





Onde não houver amor, não se demore.” (Eleonora Duse)


Digamos adeus à amizade que já deixou de fazer falta, que não tem tempo de nos ouvir e animar, que já não aparece em busca de conselhos, nem quer saber de nossas vidas. É preciso despedir-se de amizades que não acrescentam, que nos diminuem, que nos trocam facilmente, que usam nossos segredos contra nós, puxam nossos tapetes, esgotam nossas energias.
É necessário dizer adeus ao serviço que nos empobrece, que alimenta nossa miséria emocional, que nos impede de sorrir, que não nos oferece oportunidades, que nos assedia moralmente, não nos ouve. É necessário despedir-se dos chefes desumanos, dos colegas de trabalho hipócritas, das jornadas extenuantes, da mesquinharia com o cafezinho, dos gritos e erros destacados, da humilhação velada, da estagnação que anula nossas capacidades, da cordialidade venenosa na mesa ao lado.

terça-feira, 17 de novembro de 2015

A felicidade em tempos sombrios

A maior fonte de infelicidade da história da humanidade é a felicidade. Quem tem, teme perdê-la. Desespera-se. Quem não tem, sofre tentando obtê-la. Enlouquece. O problema é que não se sabe bem o que é felicidade. Dizem que é passageira, mas todos querem que seja permanente. Nas últimas décadas, a felicidade tornou-se uma obrigação. Quem não a tem, fracassa. O fracasso é o pior estigma em sociedades de competição total. Os filósofos gregos – sempre dá um charme falar nos gregos antigos, que os atuais só aparecem em manchete negativa – viviam falando em felicidade. Davam nome para tudo. Chamavam a felicidade de “eudaimonia”. Era uma benção divina.
Sófocles, aquele mesmo que emplacou sucessos universais e intemporais sobre a insensatez, com AntígonaÉdipo Rei, Electra e Édipo em Colona, escreveu que “o bom senso é a principal parte da felicidade”. Vê-se que Sófocles não tem sido lido nem ouvido nos últimos tempos. Ser feliz hoje está mais para a ruptura total com o bom senso. É preciso ser rico, forte, famoso, invejado, viver intensas emoções diariamente, ter muitas paixões e objetos. O filósofo alemão Kant, que era um sujeito bizarro, escreveu isto: “A felicidade é o estado em que se encontra no mundo um ser racional para quem, em toda a sua existência, tudo decorre conforme o seu desejo e a sua vontade”. Kant também não se revela muito atualizado.
Tales de Mileto entendia que ser feliz era ter “corpo forte e são, boa sorte e alma formada”. Ele não contava com o subjetivismo dos homens: um marombeiro acha que ter corpo forte e são é buscar uma musculatura doentia de tão poderosa. A boa sorte depende das ambições. A alma formada é um enigma. O britânico Bertrand Russell, em A conquista da felicidade, sustenta que ser feliz é eliminar o egocentrismo. Ferrou. Buscamos a felicidade, hoje, no máximo de egocentrismo. Os gregos acreditavam no umbigo do mundo. Ficava em Delfos. Estive lá. Pretendo voltar. Mas isso é outro assunto. Superamos os gregos. Nós somos o umbigo do mundo. Cada um de nós.
Kant não teria casado, apesar de ter encontrado uma musa, por ter feito os cálculos projetando, a partir do que ganhava, de quanto precisaria para sustentar a família ao longo do tempo: pelo seu método racional, não seria feliz. Para evitar a infelicidade, teria tornado a moça infeliz. Curiosamente Kant acreditava no casamento: “Se não pensas em descobrir um novo sistema astronómico que suprima o de Copérnico, bem como o de Ptolomeu – então, casa-te”. Kant dizia não ter casado por não ter dinheiro quando o casamento poderia ter lhe sido proveitoso e só ter vindo a ter dinheiro quando o casamento já não lhe serviria para muita coisa. E a felicidade? Pode estar em muitos lugares, até no casamento, desde que não seja uma obsessão.
Há quem se separe para viajar e quem viaje para se separar. As viagens tornaram-se símbolo de felicidade numa época em que se tornaram obsoletas. O máximo da felicidade para alguns é nunca estar no mesmo lugar, o que faz a felicidade da indústria do turismo. O que é a felicidade? Certamente não é ensanguentar o mundo por devoção ou fanatismo.

AMIZADE A GENTE DÁ. NÃO PEDE, NÃO COMPRA E MUITO MENOS COBRA! -

AMIZADE A GENTE DÁ. NÃO PEDE, NÃO COMPRA E MUITO MENOS COBRA! -